Frases
Home - Outras Frases

Frases de Pablo Neruda

Cantei para aqueles que não tinham voz./ Minha voz bateu em portas até então fechadas/ para que, combatendo, a liberdade entrasse.

A poesia é sempre um ato de paz. O poeta nasce da paz como o pão nasce da farinha.

Nem a solidão nem a sociedade podem alterar os requisitos do poeta, e os que reclamam de uma ou de outra 0iam sua condição de abelhas que constróem há séculos a mesma célula flagrante, com o mesmo alimento de que o coração humano necessita.

Vale muito ter lutado e cantado, vale muito ter vivido se o amor me acompanha.

Cremos na paz e bateremos a todas as portas para alcançar o seu reino. Queremos a paz entre os homens, como os caminhantes esperam a água no caminho para restabelecerem a força perdida.

Ninguém sabe onde enterraram os assassinos estes corpos,/ porém sairão da terra/ para cobrar o sangue derramado/ na ressurreição do povo.

A terra fez do homem o seu castigo.

Quando se diz obrigado, se dizem muitas coisas mais, que vêm de muito longe e de muito perto, de tão longe como a origem do indivíduo humano, de tão perto como o secreto pulsar do coração.

Este tempo, esta taça, esta terra são teus:/ conquista-os e escuta como nasce a aurora.

É tão difícil as pessoas razoáveis se tornarem poetas quanto os poetas se tornarem razoáveis. No entanto, quem ganha a partida é a razão, base da justiça, que deve governar o mundo.

Já não se encontrarão os meus olhos nos teus olhos. Já não se adoçará junto a ti a minha dor, mas por onde for levarei o teu olhar e para onde fores levarás a minha dor.

Para os que salpicaram a pátria de sangue, peço castigo.

O Executivo não é a pátria, e criticar suas atuações ou ser contrário a elas não é voltar-se contra a pátria. Atuar contra a pátria é aceitar submissamente, calar ou defender coisas indefensáveis.