Frases
Home - Outras Frases

Frases de Mario Quintana

Quem bebe por desgosto é tolo. Só se deve beber por gosto.

A amizade é um amor que nunca morre.

Durante as belas noites de tempestade, os relâmpagos tiram fotografias da paisagem.

Dizes que a beleza não é nada? Imagina um hipopótamo com alma de anjo...Sim, ele poderá convencer os outros de sua angelitude , mas que trabalheira!

Um dia de chuva é bom para a gente comprar livro de poemas... Para quem lhe perguntar por quê, de nada lhe adiantará comprar um livro de poemas.

Tão bom viver dia a dia... A vida, assim, jamais cansa.

O poeta canta a si mesmo porque de si mesmo é diverso.

Quiseste expor teu coração a nu. / E assim, ouvi-lhe todo o amor alheio. / Ah, pobre amigo, nunca saibas tu / Como é ridículo o amor... alheio!

As árvores podadas parecem mãos enterradas dos vivos.

Sou o dono dos tesouros perdidos no fundo do mar. / Só o que está perdido é nosso para sempre. / Nós só amamos os amigos mortos / E só as amadas mortas amam eternamente.

A arte de viver é simplesmente a arte de conviver ... simplesmente, disse eu? Mas como é difícil!

A função do poeta não é explicar-se. A função do poeta é expressar-se.

No céu é sempre domingo. E a gente não tem outra coisa a fazer senão ouvir os chatos. E lá é ainda pior que aqui, pois se trata dos chatos de todas as épocas do mundo.

Estilo é a deficiência que faz um sujeito escrever sempre do mesmo jeito.

Pobre se engasga com cuspe.

Há 2 espécies de chatos: os chatos propriamente ditos e ... os amigos, que são os nossos chatos prediletos.

Nossos olhos também precisam de alimento.

A poesia não se entrega a quem a define.

A alma é essa coisa que nos pergunta se a alma existe.

A mentira é uma verdade que esqueceu de acontecer.

Há dois sinais de envelhecimento. O primeiro é desprezar os jovens. O outro é quando a gente começa a adulá-los.

Abandonou-te? - Pior ainda! Esqueceu-me.

Embora nem todos estejam na flor da idade, cada um está na flor da sua idade.

Todos esses que aí estão atravancando meu caminho. Eles passarão... eu passarinho!

Para os peixinhos do aquário quem troca a água é Deus.

Os rios são tristes porque não podem parar.

Os aviões abatidos. São cruzes caindo do céu.

Tudo o que acontece é natural inclusive o sobrenatural.

O grande consolo das velhas anedotas são os recém-nascidos.

O tempo não pára! Só a saudade é que faz as coisas pararem no tempo.

Se alguém te perguntar o que quiseste dizer com um poema, pergunta-lhe o que Deus quis dizer com este mundo.

Não sei dançar. Minha maneira de dançar é o poema.

O verdadeiro analfabeto é aquele que aprende a ler e não lê.

Só se deve beber por gosto: beber por desgosto é uma cretinice.

Se me esqueceres, só uma coisa, esquece-me bem devagarinho.

Amar é mudar a alma de casa.

Um espelho não guarda as coisas refletidas.

Esses que puxam conversa sobre se chove ou não chove não poderão ir para o céu! Lá faz sempre bom tempo.

Sonhar é acordar-se para dentro.

As reticências são os três primeiros passos do pensamento que continua por conta própria o seu caminho.

O tempo é um ponto de vista. Velho é quem é um dia mais velho que a gente.

A melhor maneira de te vingares de um teu inimigo é dar de presente uma corneta ao filhinho dele.

Não importa saber se a gente acredita em Deus: o importante é saber se Deus acredita na gente.

Não sei porque sorri de repente. E um gosto de estrela me veio à boca.

A lua quando fica velha, todo mundo sabe que vira nova.

Sempre me senti isolado nessas reuniões sociais: o excesso de gente impede de ver as pessoas.

Ah, esses moralistas... Não há nada que empeste mais do que um desinfetante!

E um dia os homens descobrirão que esses discos voadores estavam apenas estudando a vida dos insetos.

O Ano Novo ainda não tem pecado: É tão criança... Vamos embalá-lo... Vamos todos cantar juntos a seu berço de mãos dadas, A canção da eterna esperança.