Frases
Home - Outras Frases

Frases de Carlos Drummond De Andrade

O imposto tem esse nome porque, de outro modo, ninguém o pagaria.

Pode-se comparar a vida a um livro escrito em língua que desconhecemos.

Sinceramente, sou uma pessoa terrivelmente corajosa, porque não espero nada de coisa nenhuma. Não tenho religião, não tenho partido político. Vivo em paz com meu critério moral. Vivo em paz com minha consciência.

A guerra assume tantos disfarces que às vezes é chamada de paz.

Não tendo tido nenhuma ambição literária, fui mais poeta pelo desejo e pela necessidade de exprimir sensações e emoções que me perturbavam o espírito e me causavam angústia.

A pessoa que publica um livro, compõe uma canção, faz uma escultura ou pinta um quadro, expõe a carne às feras. Aquilo já é um produto que saiu dele, certamente não pertence mais a ele, pertence à comunidade.

Certas amizades comprometem a idéia de amizade.

A liberdade é defendida com discursos e atacada com metralhadoras.

A bela encadernação sofre com a obrigação de vestir o mau texto.

Tenho apenas duas mãos e o sentimento do mundo.

A flor não nasceu para decorar a casa, embora o morador pense o contrário.

Quando uma nação se diz ou se supõe grande, as demais devem acautelar-se.

Difícil compreender como no vasto mundo falta espaço precisamente para os pequenos.

A estátua faz o herói.

Sentimos saudade de certos momentos da nossa vida e de certos momentos de pessoas que passaram por ela.

O sono guarda nossas angústias e decepções para devolvê-Ias no dia seguinte.

Hoje em dia, há um novo conceito de amor. Atribuo os excessos de comportamento a uma fase de transição que conduzirá a um equilíbrio, em que a moralidade não será mais ditada por conveniências. Por outro lado, acho que se banalizou demais a idéia de amor.

A ambição torna os homens audazes, mas a ambição sem audácia é privilégio de poucos.

O casamento indissolúvel é dissolvido pelo divórcio, pela morte e pelo tédio.

Escrever é cortar palavras.

A vida necessita de pausas.

A natureza não faz milagres; faz revelações.

Escapar da prisão menor para a maior: é o que procuram fazer os detentos.

Para o avarento a riqueza não traz a felicidade; é a própria felicidade.

Além do amor, não há nada; amor é o sumo da vida.

Ir ao teatro é como ir à vida sem nos comprometer.

A melhor medicina contra a saudade é a falta de memória.

A beleza é a mais deslumbrante contestação da vida comum.

Menino, peço-te a graça / de não fazer mais poema / de Natal. / Um dois ou três, inda passa... / Industrializar o tema, / eis o mal.

Amar se aprende amando.

Tentamos proteger a árvore, esquecidos de que ela é que nos protege.

Os velhos abstêm-se de utilizar sua própria experiência, preferindo recomendá-la aos outros.

As feridas do casamento são curadas pelo divórcio, cujas feridas serão curadas por outro casamento.

Estar triste é cultivar uma parcela da vida, esquecendo as demais.

A natureza exige os casamentos duradouros, que os costumes exigem.

Não é fácil ter paciência diante dos que têm excesso de paciência.

Eu tenho esperança no homem. Espero que ele, racionalizando, sentindo melhor a responsabilidade de viver e respeitar a vida alheia - os seres, as plantas -, com um pouquinho de boa vontade e paciência, consiga caminhar no sentido da paz.

Nossas alucinações são alegorias de nossa realidade.

Namorar é fazer pactos com a felicidade ainda que rápida, escondida, fugida ou impossível de durar.

Pagamos a conta do passado, endividando o futuro.

Os homens distinguem-se pelo que fazem; as mulheres, pelo que levam os homens a fazer.

Não ter opinião costuma ser a mais difícil das opiniões.

A comida costuma faltar ou sobrar por motivos alheios ao apetite.

A soberania das nações alcança o espaço aéreo e o aquático, só não alcança o coração dos homens.

Só é lutador quem luta consigo mesmo.

Ainda não se inventou uma vacina contra os males da alma produzidos pelo amor.

Um novo claro Brasil surge, indeciso, da pólvora. Meu Deus, tomai conta de nós. (em 1

O verso é uma vitória sobre os limites da linguagem.

Conservo a justa medida das coisas até no absurdo.

Confesso que não me sinto em condições de dar conselhos a ninguém, nem a mim mesmo.

A solidão em si é muito relativa. Uma pessoa que tem hábitos intelectuais ou artísticos, que gosta de música, de ler, nunca está sozinha. Ela terá sempre uma companhia: a de todos os artistas, todos os escritores que ela ama, ao longo dos séculos.

Para garantir qualidade, seria melhor que o escritor só estreasse a partir do segundo livro.

Refugiamo-nos no amor,/ esse célebre sentimento,/ e o amor faltou: chovia/ ventava, fazia frio em São Paulo.

Virgindade: atributo que a natureza concebeu contra o próprio interesse.

Escolhe teu diálogo e tua palavra ou teu melhor silêncio. Mesmo no silêncio e com o silêncio dialogamos.

Não sou um ser político, no sentido de querer influir na transformação da estrutura social. Mas sempre senti a injustiça da ordem social brasileira. Expressei minha revolta ajudando movimentos, participando de jornais partidários.

A solidão gera inúmeros companheiros em nós mesmos.

Saudade tem algo de auto-acusação e arrependimento.

No Zoológico, os animais não vivem; são vividos pelos olhos dos visitantes.

Se há alguém que não confia na saúde é o atleta, sempre preocupado com a condição física.